Moda na década de 1900

Londrinos 22 em frente ao Harrods, 1909.

A moda da década de 1900 é conhecida, especialmente na Inglaterra, como período “Eduardiano”, devido ao sucessor da rainha Vitória da Inglaterra, Edward. Até o fim do século, o estilo predominante era o vitoriano, caracterizado pelo uso permanente de espartilhos muito justos para conquistar a silhueta em "S" (busto para frente e quadris para trás). Após a morte da rainha, o ideal de beleza foi se modificando, influenciado pela preferência do rei por mulheres maduras e cabelos grisalhos. Os trajes masculinos não dispensavam o chapéu, sobre-casaca, fraque, além da grande variedade de sapatos que passaram a ser considerados acessórios da moda masculina.

Mantendo seu prestígio como criadora de moda, a França também influenciou o mundo na virada do século, a Belle Époque com toda a sua efervescência foi considerada uma era de ouro da beleza e inovação. Em meados da década de 1900, Paul Poiret revoluciona a moda, deslocando a cintura para baixo dos seios, desapertando a silhueta formal e eliminando o espartilho, trazendo assim um novo conceito de moda pautado no conforto e no luxo dos tecidos leves. É também nesse mesmo cenário que irá despontar em Paris, Gabrielle Chanel, que, nas décadas seguintes, se tornou um grande ícone da moda mundial.

Com a facilidade de comunicação e intercâmbio cultural, a moda européia passou a ser copiada no mundo inteiro, adaptada a todos os climas e camadas sociais.

Moda feminina

As mulheres jovens adotaram os colarinhos altos e rígidos e as gravatas estreitas desgastadas pelos homens.
Anúncio para The Arrow Collar Man, 1907.

Com o declínio da anquinha, as mangas começaram a aumentar de tamanho, num estilo bufante, e a silhueta de ampulheta dos anos 1830 tornou-se popular novamente. A silhueta da moda no início do século XX era a de uma mulher confiante, com peito cheio e um corpo com curvas. O "health corset" deste período eliminou a pressão do abdômen e criou uma silhueta curva em forma de "S".[1]

Em 1897, a silhueta diminuiu e alongou-se por uma quantidade considerável. Blusas e vestidos estavam cheios na frente e inchados em uma forma de "peito de pombo" do início do século XX que olhava sobre a cintura estreita, que se inclinava de costas para frente e muitas vezes era acentuada com uma faixa ou cinto. Os decotes foram suportados por coleiras desossadas muito altas.[2]

Galeria

  • Ilustração de 1901 mostrando a cintura inclinada, grandes chapéus com fitas e decote alto.

    Ilustração de 1901 mostrando a cintura inclinada, grandes chapéus com fitas e decote alto.

  • Três mulheres estadunidenses por volta de 1902.

    Três mulheres estadunidenses por volta de 1902.

  • Roupa íntima, 1904: camisola, espartilho e anágua.

    Roupa íntima, 1904: camisola, espartilho e anágua.

  • Retrato de John Singer Sargent da Miss Eden mostra o peito cheio da moda, decote baixo e massas de cabelo associados à Gibson Girl, 1905.

    Retrato de John Singer Sargent da Miss Eden mostra o peito cheio da moda, decote baixo e massas de cabelo associados à Gibson Girl, 1905.

  • Camisa xadrez com com mangas que vão até o cotovelo e luvas longas, cerca de 1905.

    Camisa xadrez com com mangas que vão até o cotovelo e luvas longas, cerca de 1905.

  • Mangas curtas ou três quartos, Agosto de 1906.

    Mangas curtas ou três quartos, Agosto de 1906.

  • Mulheres no Rio de Janeiro por volta de 1908.

    Mulheres no Rio de Janeiro por volta de 1908.

  • Mulher de avental, 1909.

    Mulher de avental, 1909.

  • Vestidos longos com cinturas altas e chapéus grandes, 1909.

    Vestidos longos com cinturas altas e chapéus grandes, 1909.

Referências

Referências

  1. Laver, James: The Concise History of Costume and Fashion, Abrams, 1979
  2. Vintagefashionguild.org
  • v
  • d
  • e
Antiguidade
Egípcio  · Bíblico · Romano · Greco · Indiano · Chinês
LA2-NSRW-2-0065 trimmed.jpg
Medieval
Bizantino · Anglo-saxão · Inglês · Japonês · Coreano · Otomano · Europeu (Século XII · Século XIII · Século XIV · Século XV)
Anos 1500–1820
Renascença · (1500–1550 · 1550–1600 · 1600–1650 · 1650–1700· Iluminismo (1700–1750  · 1750–1795· Diretório (1795–1820 · 1820)
Anos 1830–1910
Vitoriano (1830 · 1840 · 1850 · 1860 · 1870 · 1880 · 1890· Eduardiano (1900 · 1910)
Modernidade
1920 · 1930–1945 · Pós-Guerra e Guerra Fria (1945–1960 · 1960 · 1970 · 1980)
Contemporânea
1990 · 2000 · 2010 · 2020
  • Portal da moda