Roupas medievais inglesas

Vestido feminino

Por volta do ano 1300, houve uma alteração no rico vestuário feminino para trajes mais apertados, decotes mais baixos e silhuetas com mais curvas; "laços muito apertados eram usados nas roupas femininas para criar formas as quais, cingidos nos quadris, criavam um aspecto de larga cintura".[1] As roupas eram sobrepostas e firmemente presas; "O peito da mulher era frequentemente exposto, ainda que a verdadeira estrutura do corpo feminino era visualmente distorcida...".[2] O sobretudo aberto, um traje com um corpete aberto e uma saia que seguia até o chão, se tornou "uma das invenções mais elegantes da Idade Média...".[3] Na verdade, pelo fim do século XIV, o vestido substituiu todas as peças do vestuário além do sobretudo.

As vestimentas básicas para mulheres eram bata, calça 22 estreita, vestido, sutiã, cinto, sobretudo, cinta, capa, capuz e gorro.[4] Cada peça tinha específicas cores e tecidos, por exemplo, "Os materiais usados na idade média eram pano de , pele, linho, cambraia, seda e tecido de prata ou ouro... as mulheres da Idade Média mais ricas vestiriam materiais mais caros tais como seda, ou linho".[5] O desenvolvimento da saia foi significante para o vestuário medieval feminino, "As de mais bom gosto iriam vestir saias muitos largas ou saias muito longas".A anágua abriu caminho para a saia, que rapidamente se tornou uma vestimenta popular.

Notas

  1. Alchin, L. K. "sumptuary laws"
  2. Hollander 29
  3. Boucher 199
  4. Sutton 10
  5. «Yukon Education Student Network». yesnet.yk.ca